Parabéns, ISAVE!

/
/
Parabéns, ISAVE!

Um futuro brilhante. Foi com esta premissa que o ISAVE comemorou o seu 7º aniversário, numa cerimónia onde as portas foram abertas não só à comunidade académica, mas também à comunidade local e nacional.

Fausto Amaro, Presidente do ISAVE, deu início às comemorações, afirmando que “estamos aqui para servir a comunidade”. Para o novo rosto da Presidência do Instituto Superior de Saúde, a aposta no reforço da oferta formativa é uma prioridade: “Queremos alargar a nossa oferta educativa, a nossa cooperação com a comunidade e entidades públicas e privadas para melhor preparar os nossos estudantes e futuros profissionais”.

Tornar o ISAVE num “think tank” é outro dos objetivos, para assim “contribuir para a solução dos problemas locais, regionais e nacionais”.

Fausto Amaro, Presidente do ISAVE
Cidália Abreu, Município de Amares

O Município de Amares marcou também presença, através da Vereadora Cidália Abreu.

Para a responsável dos Pelouros da Educação, Ação Social e Saúde, existe vontade em reforçar os laços e a cooperação com a instituição – “É um orgulho ter o ISAVE em Amares. O Município continuará a apoiar o ISAVE”.

Os estudantes encontram-se no centro da ação da instituição e, como tal, não foram esquecidos neste dia.

Artur Pinheiro, atual Presidente da Associação de Estudantes, enalteceu o trabalho desenvolvido pelos colegas que, apoiado pela Direção do ISAVE, fortalece a instituição, tornando-a cada vez mais atrativa para futuros alunos. Artur Pinheiro destacou assim o associativismo académico existente: “A AEISAVE e a YSATUNA escrevem a sua página na história do ISAVE e da comunidade”.

Artur Pinheiro, Presidente da AE ISAVE

A cerimónia contou ainda com a presença de Miguel Guimarães, Bastonário da Ordem dos Médicos. Numa conferência que abordou as políticas de saúde praticadas em Portugal, o mais alto representante da Ordem alertou para a “necessidade de modernização rápida da gestão de saúde, a fim de garantir a sobrevivência do sistema e escapar à burocracia”. “Tornar o SNS mais competitivo é positivo para criar atratividade para profissionais e para melhorar o próprio serviço. O setor privado também tem importância capital: o SNS não tem de ter a resposta toda, mas deve ser avaliada a sua capacidade e contar também com o sistema privado em áreas importantes”, disse.

Miguel Guimarães afirmou ser fulcral “ter o cidadão no centro do sistema”, tendo ainda abordado a importância da literacia em saúde: “falamos muito e concretizamos pouco. Se os cidadãos estiverem mais informados, eles próprios são agentes ativos da sua própria saúde. Para além disso, se tivermos ações de promoção da saúde e de prevenção da doença, estamos a trabalhar para a redução de custos na remediação. Literacia e prevenção trabalham juntos para a sustentabilidade do SNS”.

O Bastonário da Ordem dos Médicos concluiu a sua intervenção abordando a necessidade da valorização dos profissionais da área da saúde: “Muitos dos sistemas de saúde com os quais nos comparamos, dizemos que são mais caros. Mas são mais caros porque valorizam mais o trabalho dos profissionais! E o investimento nas pessoas vale sempre a pena, se compararmos, por exemplo, com países da União Europeia”.

Miguel Guimarães, Bastonário da Ordem dos Médicos
Miguel Guimarães, Bastonário da Ordem dos Médicos
Bruno Ravaz, Conselho de Direção

As comemorações prosseguiram com o discurso de Bruno Ravaz, em representação do Conselho de Direção da nova entidade instituidora do ISAVE, tendo abordado a necessidade de continuar a investir no ISAVE, afirmando que “a nossa ambição é melhorar as condições de trabalho de todos e as relações entre instituições”.

As celebrações terminaram com a atuação da YSATUNA e com a exibição do novo vídeo promocional do ISAVE – Instituto Superior de Saúde.

Loading...