Menu

Menu Principal

Menu

Menu Principal

Alimentação Saudável

/
/
/
Alimentação Saudável
alimentação saudável

Perfil

O Técnico Superior Profissional de Alimentação Saudável tem a capacidade de conceber, organizar e executar atividades de preparação e confeção saudáveis e/ou adaptadas às condições fisiopatológicas dos diferentes grupos populacionais, acompanhando as tendências de evolução e criatividade, respeitando os princípios da sazonalidade, da nutrição e da higiene e segurança alimentar, podendo integrar equipas multiprofissionais.

DURAÇÃO DO CURSO: 4 semestres – 120 ECTS*
CONTACTO: geral@isave.pt

Objetivos

O Curso Técnico Superior Profissional em Alimentação Saudável tem como objetivo formar profissionais que, sob orientação de um nutricionista ou outro técnico especializado em alimentação, será capaz de conceber, organizar e executar, atividades de preparação e confeção de alimentos e refeições saudáveis e/ou adaptadas a condições fisiopatológicas de diferentes grupos populacionais, tendo em conta os princípios da alimentação saudável, da higiene e segurança alimentar, da sazonalidade e sustentabilidade alimentar, bem como as tendências de consumo e criatividade associados à culinária saudável.

Saídas Profissionais

Unidades de preparação e fornecimento de refeições em hospitais, clínicas e outras instituições prestadoras de cuidados de saúde, assim como em creches, jardins de infância, escolas, lares de idosos e também em restaurantes e hotéis.

Empresas do ramo alimentar dedicadas ao fabrico e comercialização de produtos alimentares.

 

 

O acesso e ingresso no Ensino Superior para os titulares de um Curso Técnico Superior Profissional (TeSP) é regulado pelo Decreto-Lei nº 113/2014. Os titulares de um TeSP podem concorrer a um ciclo de estudos de licenciatura pela via dos Concursos Especiais de Acesso ao Ensino Superior.

A proposta do Curso Técnico Superior Profissional de Alimentação Saudável torna-se uma mais-valia, visto os estudantes poderem ingressar, após a conclusão do mesmo, para o ensino do nível 6, nomeadamente para as Licenciaturas do ISAVE. Destacam-se o ciclo de estudos de Dietética e Nutrição, mas podem igualmente ingressar noutros cursos na área das tecnologias da saúde, tais como Enfermagem e Fisioterapia, com vista a possível equivalência de unidades curriculares que coincidam com o Curso Superior Profissional.

*ECTS: European Credit Transfer System

Plano de Estudos

Unidade curricularECTS*
1º semestreHistória da Alimentação6
Comunicar em língua portuguesa6
Bases anatómico-fisiológicas6
Inglês6
Ciência do comportamento6
2º semestreDietética Laboratorial I6
Legislação e Regulamentação3
Ciências dos Alimentos3
Produção agroalimentar e sustentabilidade3
Técnicas de cozinha e pastelaria adaptadas3
Primeiros Socorros 6
Microbiologia Alimentar6
Unidade curricularECTS*
1º semestreDietética Laboratorial II6
Dietética e Nutrição6
Implementação de sistemas de segurança alimentar3
Fundamentos de Gestão de Serviços de Alimentação3
Padrões alimentares3
Gastronomia étnica3
Técnicas de Informação e Comunicação6
2º semestreEstágio30

Grau ou Diploma: Técnico Superior Profissional em Alimentação Saudável
O diploma de técnico superior profissional confere uma qualificação profissional de nível 5 do Quadro Nacional de Qualificações.

Condições de Ingresso

• Titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente;
• Titulares de um diploma de especialização tecnológica, de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau de ensino superior, que pretendam a sua requalificação profissional;
• Os que tenham sido aprovados nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, realizadas, para o curso em causa, nos termos do Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março.

A avaliação das condições de ingresso tem como referencial os conhecimentos e aptidões correspondentes ao nível do ensino secundário numa das seguintes áreas:
• Português
• Biologia
• Psicologia

Atividades principais do perfil profissional:

1. Participar no planeamento de preparações alimentares, saudáveis e inovadoras, adaptadas a situações fisiopatológicas, tendo presente os princípios da alimentação saudável, necessidades nutricionais e aspetos relacionados com a sustentabilidade alimentar e com a redução do desperdício;
2. Criar receitas saudáveis e inovadoras, tendo presente os princípios da alimentação saudável e princípios básicos de nutrição associados à promoção da saúde, em diferentes contextos de trabalho;
3. Implementar e executar e práticas de higiene e segurança alimentar em todas as etapas da produção de alimentos e refeições, desde a receção de matérias-primas até à distribuição do produto final, de acordo com as especificidades das unidades/serviços de alimentação coletiva;
4. Colaborar na organização da cozinha, tendo em consideração os princípios de higiene e segurança alimentar estabelecidos pela legislação em vigor;
5. Monitorizar procedimentos de arrumação, inventariação, gestão de stocks, e manutenção de equipamentos e utensílios;
6. Potenciar contactos com fornecedores, tendo em vista a gestão de custos e o controlo da qualidade dos produtos adquiridos;
7. Gerir e adequar a comunicação e relacionamento interpessoal ao nível da organização/empresa, com a equipa multidisciplinar que integra, com fornecedores e com o cliente;
8. Garantir a qualidade do serviço prestado, identificando situações de risco e implementado medidas que conduzam à sua resolução.

Instituições e empresas parceiras:

Candidaturas 1ª fase: 22 de julho a 31 de agosto de 2024

 

Loading...