Menu

Menu Principal

Menu

Menu Principal

Problemática do envelhecimento esteve em debate no III Congresso Luso-Galaico em Gerontologia – Comunidades Compassivas

/
/
Problemática do envelhecimento esteve em debate no III Congresso Luso-Galaico em Gerontologia – Comunidades Compassivas

Numa organização conjunta do ISAVE, do Instituto Internacional de Gerontologia e da ESE – Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto, decorreu, nas instalações do Instituto Superior de Saúde, em Amares, nos dias 23 e 24 de novembro uma importante reflexão sobre a problemática do envelhecimento, central em qualquer prática política e social dado o exponencial aumento da longevidade nas últimas décadas e a consequente alteração da pirâmide etária a exigirem alterações na própria organização da vida em sociedade.

No dia 23, em pré-congresso, decorreu um workshop sobre “Espiritualidade e as comunidades compassivas”, ministrado por Sara Pinto da Escola Superior de Enfermagem do Porto.

Na manhã do dia 24, depois da sessão de abertura, protagonizada por Mafalda Duarte, Presidente do Instituto, Fausto Amaro, representante da entidade instituidora do ISAVE, Carla Serrão – representante da ESE IPP e Cidália Antunes – representante do Município de Amares, teve lugar o painel subordinado ao tema “Saber Envelhecer”, moderado por Carlos Branco, da Comissão de Proteção ao Idoso – Associação Regional do Norte, em que intervieram José Maria Failde Garrido, docente da Universidade de Vigo e Presidente da Sociedade Galega de Geriatria e Gerontologia, Arturo X. Pereiro Rozas, da Universidade de Santiago de Compostela, e Patrícia Silva do Instituto Politécnico de Viana do Castelo.

Seguiu-se uma conversa aberta sobre “Envelhecer na comunidade e comunidades compassivas”, moderada por Carla Serrão, e que contou com as intervenções de António Fonseca, da Universidade Católica e Mariana Abranches, Presidente da Associação Compassio.

Durante a tarde, a realidade das diferentes comunidades compassivas espalhadas pelo país esteve em análise no retomar dos trabalhos, tendo o congresso prosseguido com a conferência “O futuro do envelhecimento”, proferida por Ignácio Martín, da Universidade de Aveiro, após o que ocorreu um debate moderado por Mafalda Duarte.

Realizado em modelo híbrido – presencial e on lineo evento contou com uma forte participação de agentes e instituições que operam, refletem e estudam a problemática do envelhecimento nas sociedades contemporâneas numa perspetiva de crescente dignificação desta etapa da vida.

O congresso encerrou com a atuação da YSATUNA.

Últimas Atualizações

Loading...