isave acolhe encontro erasmus com cinco universidadesO Instituto Superior de Saúde — ISAVE — acolheu ontem e hoje, dias 5 e 6 de setembro, na sua sede em Amares, uma reunião do Consórcio Erasmus + com a participação de mais cinco universidades da Europa, representadas através dos seus Reitores e Vice-Reitores.

Trata-se de um grupo de seis Escolas Superiores que estão apostadas na criação de uma “Universidade Europeia”, ou seja, uma espécie de instituição de ensino superior que congregue as sinergias de todas as 6 IES que compõem esta parceria. 

Entre as ações apontadas como caminho para chegar a esta

Universidade Europeia estão um campus de ensino superior digital, um ciclo de estudos comum, um MOOC, fluxos de mobilidade entre estudantes e docentes das Instituições parceiras, tendo em mente o slogan “Um espaço educativo onde ninguém fica para trás” — explicou João Luís Nogueira, presidente do Grupo Amar Terra Verde.

 

O encontro abriu com uma intervenção de João Luís Nogueira que apresentou aos Reitores e vice-Reitores das cinco universidades

o Grupo Amar Terra Verde e a sua importância para a região do Minho nos capítulos do Ensino da Saúde e Formação profissional.

Participam neste encontro 16 responsáveis de Universidades oriundas de Finlândia (Ciências Aplicadas), Alemanha ( Faculdade de Ciências Aplicadas de Wurzburg), Noruega (Universidade de Ciências Aplicadas), Roménia ( Universidade da Trasnsilvânia — Brasov) e Espanha (Universidade de Málaga).

Além de Reitores e Vice-Reitores, as delegações eram compostas por outros docentes com tarefas ligadas à inovação do ensino superior e relações internacionais universitárias.

Pelo ISAVE — anfitrião do encontro — estiveram presentes Mafalda Duarte (presidente), João Silva (professor e investigador) e Susana Oliveira (Departamento de Relações Internacionais)

Mafalda Duarte apresentou o projeto educativo do ISAVE, com particular foco nos mais recentes desenvolvimentos e, posteriormente, todas as Instituições de Ensino Superior procederam a uma breve apresentação.

O restante dia foi dedicado à discussão do projeto de candidatura às Universidades Europeias, à avaliação dos anteriores resultados, com vista a uma nova submissão do mesmo.

Hoje discutiram-se os objetivos da parceria a longo prazo (até 2030); os resultados a alcançar; os efeitos nas comunidades e o número de docentes, estudantes e parceiros a envolver — revelou Susana Oliveira, do Departamento de Relações Internacionais do ISAVE. 

Para finalizar, os reitores e restantes representantes destas universidades tiveram a oportunidade de visitar a outra instituição do grupo, a Escola Profissional Amar Terra Verde, onde conheceram o projeto educativo e finalizaram a jornada de trabalho. 

João Luís Nogueira destacou a importância deste Encontro organizado pelo ISAVE no que ele representa de “reconhecimento desta Escola Superior e da sua capacidade mobilizadora, capaz de ombrear com Universidades com dezenas de milhares de estudantes, para além de dar a conhecer as riquezas históricas, culturais, turísticas e gastronómicas de Amares e do Minho”.