ctesp termalismoBem Estar em Carvalhelhos

No dia 21 de novembro, o 1º ano e o 2ºano do CTeSP de Termalismo e Bem-Estar acompanhado das docentes Sílvia Xavier Sousa, Daniela Gonçalves e Elisabete Alves visitaram, na parte da manhã, a empresa de engarrafamento das águas minerais naturais gaseificadas - Carvalhelhos.

A marca Carvalhelhos está associada à localidade com o mesmo nome, situada em pleno Barroso, no concelho de Boticas, no coração de Trás-os-Montes. Foi neste local que em meados do séc. XIX, foram descobertas umas águas com propriedades medicinais por uma pastora que nelas lavou os pés em chaga e ficou curada. As notáveis curas dessas águas, bicarbonatadas sódicas, justificavam o seu aproveitamento termal, tendo sido atribuído o alvará de concessão de exploração em 1915 à então constituída empresa das Caldas Santas de Carvalhelhos.

Fomos recebidos pelo Engenheiro António José Macedo e o pelo Dr. José Castelo, responsável pelo Controlo de Qualidade físico-químico e microbiológico das águas de Carvalhelhos. Durante a visita, explicaram todo o processo de engarrafamento desde a captação da água mineral na nascente, as análises físico-químicas e microbiológicas da água, a desinfeção das garrafas de vidro, o engarrafamento, a selagem, a colocação do rótulo, e por fim o embalamento.

Durante a tarde, tivemos oportunidade de visitar as Termas de Chaves onde fomos recebidos pela Dra Fátima Pinto. As Caldas de Chaves obtiveram alvará de abertura e exploração das mãos do Rei D. Carlos I, em 12 de outubro de 1899. As fontes naturais de água mineral de Chaves nascem a uma temperatura de 76ºC, tais como as famosos termas Francesa de Vichy, tornando-as internacionalmente famosa graças aos seus métodos avançados e diversificados de tratamentos. Conta a lenda que “os que beberem águas das Caldas para sempre ficarão ligados a Chaves”... e nós bebemos!

As visitas de estudos são igualmente momentos fundamentais de aquisição de conhecimentos e contato com a realidade profissional. Agradecemos às duas Instituições pela forma como nos receberam, pelos conhecimentos transmitidos e momentos de partilha com os nossos estudantes, e pelos presentes - garrafas de água de Carvalhelhos e os sabões termais de Chaves.