professores isave mostram estudos

Três professores do Instituto Superior de Saúde – Isave — apresentaram um resumo de todas as publicações sobre Literacia em Saúde no III Encontro UCC Educação, Saúde e Cidadania que decorreu ontem e hoje, 16 e 17 de maio, no auditório Conde Ferreira, em Amares.

Analisar o conhecimento científico produzido, entre 2012 e 2017, sobre a literacia na saúde e identificar factores condicionantes da literacia em saúde constituiu o objetivo do trabalho apresentado por Lígia Monterroso, Elsa Sá e Almerindo Domingues.

Este encontro dinamizado pela Unidade de Cuidados à Comunidade (UCC) de Amares, com a colaboração da Ordem dos Enfermeiros e do Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS II) Gerês-Cabreira, destina-se a estudantes de enfermagem, outros profissionais de saúde e educadores.

Na sessão de abertura dos trabalhos esteve presente Isidro Araújo, vice-presidente da Câmara Municipal de Amares, bem como gestores da ARS Norte, entre eles, o director do AceS Gerês/Cabreira, Nuno Olivera.

 

O trabalho dos três docentes do ISAVE envolveu todos os artigos publicados em texto integral em revistas científicas editadas em Português, Inglês e Espanhol.

Relativamente aos estudos portugueses, os autores “verificaram que 39% da população apresenta um nível de literacia em saúde adequado; relativamente à dimensão dos cuidados de saúde, 44,2% apresenta um nível suficiente; quanto à prevenção de doença, 45% das pessoas revelam ter um nível suficiente mas no capítulo da “promoção da saúde, 60,2% da população auscultadas apresenta um nível de literacia em saúde problemático ou inadequado”.

Nesta investigação, Lígia Monterroso, Almerindo Domingues e Elsa Sá verificaram que os “factores que têm associação e relação estatisticamente significativa com a literacia são a idade avançada, o género masculino, habilitações literárias, nível social e económico baixos, viúvos/solteiros e saúde geral física e mental debilitadas”.

Com este estudo, os professores do ISAVE esperam desenvolver “estratégias de ensino de modo a capacitar os estudantes a corresponder de forma indicada às necessidades da população que eles cuidam”.

  

professores isave mostram estudos 1